quarta-feira, 15 de maio de 2013

2° Encontro de Mulheres

Foi realizado nos dias 03,04 e 05 de Maio na congregação em Abreu e Lima, igreja 'polo' da área 50 o segundo encontro de mulheres da área 50, conhecido como o Pré-Congresso de Mulheres.
O evento contou com a presença de milhares de pessoas e o nome do Senhor foi glorificado nestes três dias de evento.

Na sexta-feira foi escalado pelo Pastor Presidente o Ev. Lourival De Oliveira e vários órgãos, como também o cantor Josafá.
No sábado o escalado foi o Ev. Elmir Ribeiro e junto com ele várias áreas e grupos convidados, assim também como o cantor Ismael.
No domingo (05/05), esteve conosco várias caravanas e algumas áreas, o escalado foi o Ev. Amós Batista. O Pr. Ailton Junior, vice-presidente da IEADPE, esteve presente representando o Pr. Presidente. Com ele vieram a irmã Judite Alves (esposa do Pr. Ailton) e a irmã Cristiane Alves.
Para a glória do Senhor duas pessoas aceitaram a Jesus e houveram curas.



















Fotos: Ezequiel Quirino

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Os 10 países mais perigosos para os cristãos


Da mesma forma como vimos um dia em livros escolares ou lendo a santa palavra de Deus a perseguição aos cristãos ainda acontece hoje em muitos países.                                         
É comum se pensar que o Cristianismo moderno é algo permeado de facilidades, tornando alvo de muitas críticas por crenças contrárias (talvez de forma acertada, em alguns casos). Utilizar de boa retórica para criticar os erros dessa crença pode ser algo saudável em um debate, mas até que ponto devemos ignorar as diversas perseguições ocorridas no mundo? No Brasil, por exemplo, se implode o cristianismo através de pilantras travestidos de líderes religiosos, por ser um caminho de fácil manipulação de massas mas: e nos locais, onde o que resta é apenas a crença simples e profunda no Salvador?
O cristianismo pode ter se tornado uma das religiões predominantes do mundo, mas há ainda muitos lugares onde cristãos são perseguidos, espoliados, torturados e até mortos por sua fé. Muitas vezes isso ocorre como parte da política governamental ou religiosa. Meios de comunicação ocidental freqüentemente distorcem e miniminizam as informações sobre estes incidentes, temendo ofender sensibilidades culturais. Como resultado, grande parte dessas notícias só podem ser obtidas na integra em publicações seculares de direitos humanos e grupos de vigilância religiosa.
Abaixo, uma lista dos 10 países mais perigosos para os cristãos, como classificados pelo Open Doors Watch List Mundial.

10. Laos
População: 6,4 milhões; 200.000 cristãos
Religião predominante: Budismo
Tipo de governo: Comunista
A atitude do governo local para com os cristãos é abertamente hostil. Autoridades do Laos, juntamente com muitos da alta sociedade, veem como uma grande ameaça ao regime comunista, principalmente os chamados protestantes como uma ameaça americana. Igrejas cristãs não podem operar livremente, e os cristãos são limitados à sua família e os papéis da comunidade. Muitos são incapazes de suportar a pressão física e emocional extrema, e acabam por abandonar sua fé.
Caso em questão: em 2010, 29 cristãos foram mortos, e pelo menos 20 foram detidos e presos sem julgamento, enquanto várias igrejas foram destruídas. Em janeiro daquele mesmo ano, 11 famílias cristãs em Saravan, província do país, foram expulsas de suas aldeias, lançados para a floresta, depois de se recusar a negar sua fé.

9. Uzbekistão
População: 27,5 milhões; 208.600 cristãos
Religião predominante: Islâmica
Tipo de governo: Republicano
A pressão sobre os cristãos locais aumentou no ano passado. O número de ataques em igrejas se intensificaram , e multas por atividades religiosas ilegais agora ultrapassam em 100 vezes o salário mínimo mensal. Condenações de curto prazo (3-15 dias) são frequentemente aplicadas como punição para atividades religiosas cristãs, e com 27 anos, o missionário batista Tohar Haydarov foi condenado a dez anos de prisão por acusações forjadas (provável) de drogas. O recurso está sendo preparado para sua libertação.
Muitas igrejas perderam seu registo e alguns de seus edifícios em 2010 também. Novos convertidos  também sofrem perda de emprego,espancamentos, rejeição social e muitas vezes a expulsão da casa da família.

8. Iraque
População: 30,7 milhões; 334.000 cristãos
religião predominante: Islâmica
Tipo de governo: democracia parlamentarista
Não se deixe enganar com todos os soldados norte-americanos no local: a violência contra cristãos no Iraque está em ascensão, com grande número de mortos e feridos. Dos assassinatos, destaca-se os cristãos em Mosul, perseguidos durante as eleição de março de 2010, levando muitos cristãos a fugir de suas aldeias e se estabelecer nas planícies de Nínive. Temores de um “gueto cristão ‘em Bagdá nasceram naquele dia. Papa Bento XVI ainda fez um apelo para a segurança dos cristãos iraquianos durante este tempo.
Ataques a igrejas e instituições cristãs também aumentaram na segunda metade de 2010, e pelo menos 58 cristãos foram mortos em um ataque a bomba em uma igreja de Bagdá durante uma missa vespertina, em outubro do mesmo ano.

7. Iemen
População: 23,6 milhões; pouquíssimos cristãos
religião predominante: Islâmica;
Tipo de governo: República
A religião oficial do Iêmen é o Islã, e a sharia, a lei ismâmica, é fonte de todas as questões jurídicas. Os estrangeiros têm liberdade religiosa limitada, e a evangelização de qualquer espécie é estritamente proibida. Caso em questão: vários trabalhadores estrangeiros foram deportados, em 2010, por esplanar sobre com curiosidades do cristianismo quando muçulmanos indagaram a respeito.
Além disso, os iemenitas não têm permissão para deixar o islã, e aqueles que se convertem ao cristianismo enfrentam perseguição de familiares, autoridades e grupos extremistas. Pior, recentemente movimentos terroristas e separatistas fazem do Iêmen um lugar muito instável. Um membro da Christian Aid, Johannes Hentschel, sua esposa Sabine e seus filhos Lydia, Anna e Simon, juntamente com o engenheiro britânico casado Anthony Saunders estavam entre os nove estrangeiros sequestrados no Iêmen, na província norte-ocidental de Saada.
No ano passado, Anna e Lydia (3 e 5 anos, respectivamente) foram resgatadas pelas forças de segurança da vizinha Arábia Saudita. Mas os sauditas também encontraram os corpos de três cristãos seqüestrados, as estudantes alemãs da Bíblia: Rita Stumpp, Anita Gruenwald, e professor sul-coreano, Eom Young Sun. Forças alemãs e britânicos, desde então, interrromperam suas buscas atrás de outros reféns.

6. Ilhas Maldivas
População: 311.000; pouquíssimos cristãos
Religião predominante: Islamismo
Tipo de governo: República
Todo cidadão nascido nessa ilha é tido por muçulmano, e a Sharia é a única lei conhecida, assim como não existe outra religião reconhecida fora do Islam. Igrejas são estritamente vetadas, e a divulgação mínima da literatura cristã no país totalmente proibida.
Em 2010, após descobrirem bíblias em poder de turistas, o governo regulamentou uma série de regulamentações proibitivas contra práticas religiosas alheias às praticadas na região. Os poucos crentes locais foram isolados dos outros cidadãos, e são monitorados por forças federais, autoridades religiosas e até, pessoal local.

5. Somalia
População: 9,1 milhões, pouquíssimos cristãos.
religião predominante: Islâmica
Tipo de governo: gentilmente descrito com “em transição”
Somalia é um “país” sem um governo centralizado desde 1991, e não é um lugar perigoso apenas para cristãos, embora para esses, tenha-se que seja duplamente perigoso.
Foi registrado que 50 cristãos foram assassinados em 2009, por islamitas insurgentes da Al-Shabaab (matando mais 8 em 2010). Imagina-se que esses numeros sejam menos de um quarto da realidade, já que esses crentes são mantidos isolados em campos. Os poucos remanscentes dessa fé cristã praticam sua fé secretamente, já que existe como prática a execução dos mesmos diante de seus filhos, como o que aconteceu com Osman Abdullah Fataho, recém convertido ao cristianismo.
Al-Shabaab tem tomado controle do sul da Somália, e tem aplicado o flagelo cristão como propaganda positiva em sua tentativa de controle governamental. De qualquer forma, indicativos recentes indicam que esse grupo vem perdendo apoio popular.

4.  Arábia Saudita
População: 25,7 milhões, 565,400 cristãos
Religião predominante: Islâmica
Tipo de Governo: Monarquia
Embora os numeros mostrem algo – aparentemente - positivo, não existe liberdade religiosa no reino árabe. Demonstrações públicas não-islâmicas são terminantemente proibidas, e apologias ao Cristianismo – tidas como apostasia – são puníveis com a morte. Muitos cristãos estrangeiros são monitorados em seus trabalhos, tendo permissão vigiada para cultuar seu Deus, mas de forma restrita, e não com pouca dificuldade.
Um exemplo recente, Outubro de 2010,  foi quando 20 filipinos cristãos e um padre foram presos quando faziam um culto doméstico. Foram formalmente acusados de “blasfemar contra o Islam” e cordialmente banidos do país (deportações silenciosas é a mais nova tática da política religiosa  - evitando assim, os alardes da mídia mundial, quando ocorrem as prisões e condenações marciais).
O fato é que cristãos sauditas temem por suas familias, e por isso, evitam expor sua crença abertamente, já que relatos informam sobre a existência de agressões físicas aplicadas por conta da fé cristã, em 2010.

3. Afeganistão
População: 28,1 milhões; pouquíssimos cristãos.
Religião predominante: Islamismo
Tipo de governo: República islâmica
Ser abertamente cristão no Afeganistão é viver sobre pressão com família, sociedade e agentes governamentais. É comum que os crentes locais tenham suas carreiras podadas, e nunca deixem que encontros religiosos sejam conhecidos publicamente. Recentemente, o vice-secretário do Parlamento sugeriu a execução de cristãos convertidos, depois de ver o batismo de cristãos afegãos em uma televisão afegã (correção: A única emissora afegã).
O resultado de tal declaração foi a que muitos cristãos passaram a se esconder e, em agosto de 2010, o Talibã matou a tiros dez membros de uma equipe médica cristã que fornecia tratamento ocular e outros profissionais de saúde em vilas remotas do norte do Afeganistão.

2. Irã
População: 74,2 milhões; 450,000 cristãos
Religião predominante: Islamismo
Tipo de Governo: República islâmica
Houve um aumento acentuado de cristãos presos no Irã em 2010. Embora alguns tenham sido liberados mais tarde, a pressão sobre a igreja cristã continua muito elevada. Muitos dos quase meio milhão de convertidos são de origem muçulmana, e  vivem com medo de represálias por parte do governo.
O regime ainda mostra sinais de perigo, já que perdeu uma grande dose de credibilidade após a convulsão social das eleições de 2009, e manifestações posteriores. Em um esforço transparente para desviar a atenção de contínuos protestos, o governo iraniano simplesmente agrediu a parcela cristã, com aberta animosidade.

1. Coreia do Norte
População: 20 milhões; 400.000 cristãos
Religião predominante: Ateísmo
Tipo de regime: Dinastia comunista ditatorial
Ironicamente, o país mais perigoso para um cristão é onde não se acredita na existência de Deus. Usa-se uma “energia” gigantesca, por parte do governo, em reprimir a crença em algo que, supostamente, não existe.
Não há conhecimento equivalente à perseguição norte-coreana infringida aos cristãos, considerado pelo governo local como um dos piores crimes possíveis. O dogma comunista norte-coreano considera a máxima citada por Marx “A religião é o ópio do povo”, a não ser, é claro, que a religião seja culto à personalidade do “Grande Líder” Kim Il Sungou, e seu filho, “Querido Líder” Kim Jong Il.
Crentes norte-coreanos, por razões óbvias, escondem sua fé o tempo todo, e não repassam sua crença a seus filhos até que tenham idade suficiente para compreender os perigos( e ter certeza que eles não tornem um deles). Para ser executado ou deportado para um Gulag (campo de trabalhos forçados), basta apenas ser possuidor de uma bíblia.
Em 2010, centenas de cristãos foram presos: alguns foram executados em praça pública, outros sentenciados aos Gulags. Ironicamente, e apesar dos riscos, a crença cristã cresce: é estimado que 400.000 crentes cultuem Cristo, ocultamente, nas ruínas subterrâneas de prédios abandonados.
Tradução adaptada por Zé Luís.
Fonte: Genizah

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

2° Culto Jovem em Fosfato

No dia 02/03 às 19:00 horas, você está convidado para participar do grande culto jovem da Igreja Evangélica Assembleia de Deu em Pernambuco que será realizado na congregação em Fosfato, Abreu e Lima, área 50.
A sua presença será uma grande alegria!


sábado, 19 de janeiro de 2013

13° Congresso de Adolescentes


Venha aí o 13° Congresso de Adolescentes da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco, um grande evento de bênçãos que todos os anos vem edificando, avivando e orientando muitos jovens e adolescentes através da palavra e dos louvores ministrados.
O Congresso irá acontecer nos dias 24 a 27 de janeiro de 2013, o tema será "ADOLESCENTES CRISTÃOS, RUMO A UM NOVO TEMPO". Desde já estão todos convidados a adorar a Deus conosco no Templo Central, Recife, PE - Av. Cruz Cabugá, n°29.

domingo, 4 de novembro de 2012

56° Escola Bíblica de Obreiros e 94° Aniversário da Assembleia de Deus em Pernambuco

Do dia 17 a 24 de outubro, foram realizados no Estado de Pernambuco a 56° EBO e o aniversário de 94 anos da Assembleia de Deus em Pernambuco.

Estes eventos contaram com a presença de vários pastores de outros estados do país, convidados pelo Pastor Ailton José Alves como preletores desta EBO. Durante os dias 18 e 24 houve pela parte da manhã e da tarde vários estudos para os obreiros e alguns dias em que foram abertos para as respectivas esposas.
Estes estudos contaram com a participação de pastores como: Pr. Abraão de Almeida, Pr. Esequias Soares e Pr. Wagner Tadeu dos Santos Gaby. Além de outros pastores do Estado que também ministraram nos estudos como o Pr. Ailton José Alves, Pr. Samuel de Oliveira, Pr. João Severino Fernandes, Pr. Simas Dias e Pr. Jayme Alexandre.

Na quarta-feira de abertura das festividades, foi anunciado pelo Pr. Ailton José Alves o lançamento da "editora bereia", uma editora exclusiva da IEADPE com o lançamento de duas obras do Pr. Abraão de Almeida: "Uma profecia para hoje" e "O cristão e a escalada da violência", além da obra "Mais que um carpinteiro" do escritor Josh McDowell, que esteve na IEADPE em 2012 realizando um dia inteiro de palestra.


No sábado dia 20, aconteceu o culto de missões, com um processional muito lindo onde todos os obreiros e famílias presentes participaram e vários jovens entraram carregando muitas bandeiras de inúmeros países.
A palavra foi ministrada pelo Pr. Sérgio Bastian, que também já fora como missionário para os EUA.


Na segunda-feira 22, foi realizado o culto em ação de graça por mais uma aniversário do Pr. Ailton José Alves, que geralmente acontece entre os dias da EBO. Todos os missionários que vieram para participar da 56° EBO foram representados pelo Pr. Paulo Cristóvão, missionário na argentina, que deixou uma palavra ao Pastor presidente.


No sétimo dia da EBO, foram apresentados 209 diáconos e 82 presbíteros do interior do Estado de Pernambuco, e no encerramento 17 evangelistas foram apresentados.

Abaixo você confere a lista dos novos evangelistas:


Recife
Joel Calado da Silva
Enoque Joaquim de Santana
Fábio Benício de Lima
Sidicley Silva Moura
Leandro Duarte Bezerra
Jailson Carneiro de Andrade
Jorge Luís dos Santos

Dormentes
Rinaldo Lourival da Silva

Inajá
Stênio José de Almeida

Ferreiros
Eliú Pacheco da Silva

Caruaru
Hamilton Pereira de Sousa Neto

Ribeirão
Epitácio Ferreira

Moreno (Setor 3)
José Cícero Nogueira da Silva

Cabo de Santo Agostinho (Setor 1)
José Adeíldo Cavalcante da Silva

Camela
Severino de Lira da Silva

Moçambique (missão)
Joab Lourenço Nascimento

Petrolina
Raimundo da Rocha


Abaixo a lista dos novos presbíteros:


Afogados da Ingazeira
Valderir João da Silva

Agrestina
José Mário da Silva

Aliança
Severino Joventino da Silva

Amaraji
José Mário de Oliveira

Araripina
José Petrônio Rodrigues de Almeida

Araçoiaba
Amauri Pereira da Silva
Elias Alberto Rodrigues

Arcoverde
Eronildo Silva dos Santos

Barreiros
Albérico Antônio Cunha Silva (reconhecimento)

Bom Jardim
Carlos Firmino

Bonança
Eli Ribeiro da Silva
José Ancelmo Pimentel
José Orlando Félix da Silva

Buíque
Dilson Rogério da Costa Silva

Cachoeirinha - Vitória
José Felix Felipe

Camela
Davi Vitorino da Silva
Edvaldo José da Silva
Ezequiel Marinho do Nascimento
Darvan Nascimento da Silva
José Antônio Farias

Carpina
Erivan Rodrigues do Nascimento
Josias José Herculano
Luis Carlos da Costa Nascimento

Caruaru
Edson Cristofes Nascimento
Evilan Reginaldo dos Santos
Evilásio D. da Silva
Henrique Eraldo Santos de Araújo
Jair Júnior Alves Feitosa
José Cândido Vieira
José Lopes Barbosa
José Neri Filho
Tarciso Pereira da Silva Filho
Ubirajara Pereira da Silva

Dormentes
Marcos Negreiro

Fátima
Gleiciel do Nascimento Oliveira
José Gonaildo Alves de Souza

Floresta
Antônio Marcos de Souza
Cícero Ricardo da Silva

Garanhuns
Carlos André Ferreira da Silva
Célio Bezerra de Santana
Everaldo Balbino dos Santos
Jailton de Oliveira Melo
Roberto Florêncio da Silva
Ronaldo Carneiro

Gravatá
Gilson Lima dos Santos
José Carlos dos Santos
Sebastião Faustino dos Santos

Nossa Senhora do Ó
Francisco Geraldo Pereira
Obadias Feliciano da Silva

Orobó
José Fernando Oliveira Vasconcelos

Palmares
Daniel Martiniano
José Carlos Alves da Silva
Leandro Alberto da Silva
Lúcio Davi de Castro
Luis Carlos Correia da Silva
Reginaldo Carneiro dos Santos

Petrolina
Adelmo dos Santos Gomes
Aloísio Lopes Machado Filho
José Augusto de Brito
Márcio Torquato de Siqueira Silva
Paulo Diniz Ribeiro dos Santos

Ribeirão
José Antônio do Nascimento Filho

Santa Cruz
Joelito Maximiliano Apolinário de Andrade

Tacaratu
José Pedro da Silva

Toritama
Cícero da Conceição Silva
Francisco Rodrigues de Melo
Joselito Moura Tavares

Usina Santo André
Edilson Batista de Santana

Venturosa
Arão Gomes da Silva
Edmilson Lima Fabrício
Olegário Lins



quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Hallowen, uma terrível festa pagã!

O dia 31 de Outubro é marcado como o dia do Hallowen, uma data importante nos Estados Unidos, porém esta comemoração tem crescido mundialmente e alcançado outros países que nada tem com a cultura americana. O Brasil é um dos países onde essa comemoração tem se tornado comum se ver a cada ano, e em algumas escolas o Hallowen é comemorado como uma festa da cultura americana, uma festa qualquer sem ao menos conhecer o seu significado e origem, outras até conhecem mas acham relevantes os fatos da sua história (vale ressaltar que essa história envolve a bruxaria, morte, demônios, terror, destruição e tudo que engloba estes temas).
         O problema é quando estas escolas obrigam os seus alunos a participarem desta festa com a ameaça de quem não participar "recebe um zero". Isto acontece todos os anos com muitos adolescentes e crianças.


A maioria das pessoas consideram o Halloween como uma festa inofensiva para os seus filhos, que lhes permite ter uma noite de “fantasia e diversão.” Mas será que este padrão é válido para os cristãos? Vestir-se como fantasmas, demônios e bruxas “não é grande coisa”? Ou fazer isto é estar glorificando e dando poderes a Satanás? Se temos verdadeiramente empenhado nossos corações e nossas vidas a Cristo, nós devemos nos propor a estarmos separados do mundo, como pessoas que procuram refletir a bondade e o amor de Deus. O apóstolo Paulo em Filipenses 4:8 aconselha os cristãos a preencherem continuamente suas mentes com o que é bom. Um olhar cuidadoso e honesto sobre o Halloween revela que pouco ou nada é bom nesta festa. Pelo contrário, é um dia que aponta para o satanismo, para o medo, e para a gula.
Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniqüidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas? Que harmonia, entre Cristo e o Maligno? Ou que união, do crente com o incrédulo? (2 Coríntios 6:14-15)
Embora a palavra Halloween signifique “santo ou noite sagrada”, a história mostra que nada poderia estar mais longe da verdade do que esta festa. Halloween é claramente uma relíquia dos tempos pagãos, e ela nunca refletiu nenhuma verdade ou virtudes cristãs.
Os costumes ligados ao Halloween estão comumente ligados a uma festa celebrada pelos sacerdotes druidas, das tribos Celticas que ocuparam o norte e oeste da Europa. Esta festa, que remonta muitos séculos antes de Cristo, começou em 31 de outubro de cada ano e foi chamado de festival de Samhain, o senhor da morte.
Como parte de sua adoração à Samhain, os sacerdotes druidas construíram grandes fogueiras nas quais tanto seres humanos como animais eram sacrificados. Esta prática bárbara continuou abertamente durante centenas de anos, até Roma conquistar a Bretanha e bani-la.
Anos se passaram, e Roma continuou a conquistar novos territórios aumentando seu poder. O povo de cada nação conquistada não só eram obrigados a tornarem-se cidadãos de Roma, como também se tornarem membros da Igreja Romana. Como você pode imaginar, estes novos “convertidos” pouco se importavam com o cristianismo e continuaram tenazmente agarrados as suas amadas práticas pagãs.
Portanto, uma vez que a Igreja Romana não foi capaz de fazer as pessoas abandonarem os seus festivais pagãos, ela decidiu então “santificar” alguns deles. A celebração druida em honra ao senhor da morte tornou-se o Dia de Todos os Santos, e passou a ser observado por todas as igrejas.
Oficialmente, ela foi proclamada como um dia para se homenagear todos os santos que tinham morrido, conhecidos ou desconhecidos. Mas, na prática, permaneceu o que era verdadeiramente, uma festa pagã do “Dia dos Mortos”.
Ao longo da sua história, o Halloween tem sido lembrado como o momento em que as forças sobrenaturais do mal prevalecem. Anton Lavey, autor de “A Bíblia Satânica” e sumo sacerdote da Igreja de Satanás, diz que o Dia das Bruxas é considerado pelos satanistas e ocultistas o mais importante dia do ano. Ele diz que, nesta noite, a magia e o poder chegam a seu nível mais alto de potência, e que qualquer bruxa ou ocultista que tenha tido dificuldade com algum feitiço ou maldição normalmente podem alcançar o sucesso em 31 de outubro, porque Satanás e os seus poderes estão no auge nesta noite..
Os adivinhos também acreditam alcançar os mais altos poderes no dia de Halloween, uma vez que as pessoas ficam ansiosas para saber o que pode acontecer a elas no próximo ano. Ainda hoje, as previsões de videntes e astrólogos são liberadas logo após o Halloween.
Claramente, os ritos e símbolos deste feriado revelam que este é um dia que glorifica a Satanás. Olhe ao seu redor. Ainda que 31 de outubro esteja distante, você provavelmente poderá ver evidências de que se aproxima o Dia das Bruxas. Fotos de fantasmas, demônios, gnomos, esqueletos, abóboras e máscaras de diabo aparecem nas vitrines das lojas em toda a parte. Filmes de terror são promovidos na televisão e nos cinemas, livrarias passam a dar mais ênfase aos livros que lidam com assuntos sobre a morte e o oculto.
Como cristãos, não devemos estar associados às coisas de Satanás. Cristo nos diz que:
“Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro…” (Mateus 6:24)
Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação. (2 Timóteo 1:7)
Desde o seu início, a festa de Halloween tem jogado sobre o medo que as pessoas sentem. Os celtas acreditavam que na noite de 31 de outubro, demônios, bruxas, e os espíritos de todos aqueles que tinham morrido perambulavam livremente. A maioria das pessoas tinham medo de sair de suas casas nesta noite. Aqueles que tinham realmente que sair usavam máscaras grotescas e fantasias aterrorizantes. Eles acreditavam que se eles estivessem horríveis o suficiente, os espíritos iriam pensar que eram um deles e não lhes fariam qualquer mal!
Como percebemos, o medo faz parte das grandes e modernas comemorações do Halloween. Decorações sombrias, filmes de terror, e casas mal-assombradas causam uma sensação muito real sobre as crianças pequenas. É alguma surpresa a quantidade de jovens que têm tido pesadelos ou estão com medo de ficarem sozinhos no escuro? Satanás se delicia em preencher as mentes das pessoas com pensamentos de medo, morte e destruição. É uma tática que ele tem utilizado durante séculos para manter a humanidade sob o seu controle.
Deus, por outro lado, deseja dar a paz a Seus filhos. Ele não quer que sejamos paralisados pelos nossos medos.  Cristo morreu para nos livrar do pavor da morte.
Visto, pois, que os filhos têm participação comum de carne e sangue, destes também ele, igualmente, participou, para que, por sua morte, destruísse aquele que tem o poder da morte, a saber, o diabo, e livrasse todos que, pelo pavor da morte, estavam sujeitos à escravidão por toda a vida.(Hebreus 2:14-15)
Portanto, quando vocês comem, ou bebem, ou fazem qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus. (1 Coríntios 10:31)
Vários dias antes da festa começar, os sacerdotes druidas iam de casa em casa exigindo alimentos ou outros itens que pudessem utilizar em seus cultos a Samhain, o senhor da morte. Se um aldeão se recusasse a dar aquilo que eles queriam, o sacerdote lançaria uma maldição demoníaca sobre a casa. Esta não era uma vã ameaça, geralmente alguém da casa morria no decorrer do ano. É a partir desta prática abominável que o nosso presente de trick-or-treat “Travessuras ou gostosuras” evoluiu.
Embora seja verdade que trick-or-treat “Travessuras ou gostosuras” já não é mais essencialmente sobre maldições, trata-se de gula. As crianças vão de casa em casa, a mercearia enchendo sacolas com doces e, em seguida, voltam para casa com seu grande tesouro consumindo grandes quantidades destas gostosuras.
Mesmo esse elemento do Halloween, que pode parecer inofensivo em comparação aos outros, em nada glorifica a Deus. A Bíblia diz que o corpo é o templo do Espírito Santo. Não devíamos poluir o templo com alimentos que embotem nossas percepções de Deus e nos leve para longe dEle.
E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as. (Efésios 5:1)
Satanás fica sem dúvida jubiloso ao ver uma grande parte da “nação cristã”comemorando um feriado em sua homenagem, como algo que fosse um inofensivo divertimento. Será que por nossa negligência, estamos contribuindo para o extraordinário poder que Satanás parece ter no dia 31 de outubro?